• Grécia

    Lesvos: Para além do campo de refugiados

    Viajei até Lesvos com o objectivo de fazer voluntariado com um projecto chamado Home for All. Apesar dos meus dias terem sido passados no restaurante e de não ter tido muito tempo para cirandar, o meu instinto de viajante incurável levou-me a visitar algumas pérolas da ilha nos momentos livres. Este post é a minha forma de te incentivar a visitar Lesvos, por que aqui também se apanham banhos de sol e mar e se vêem coisas bonitas. Economicamente, a ilha e os seus habitantes foram bastante afectados pela crise de refugiados. Os turistas deixaram de aparecer e os bares, restaurantes e hotéis que outrora prosperavam no verão, agora lutam…

  • Call for Inspiration,  Food for Thought,  Grécia

    [EN] Home for All: here, there’s a burning hope for a fresh start

    They say the calm comes after the storm. In Lesvos this calmness seems reluctant in coming, but there are some slim beams of light ripping through the clouds. And those rays of sun are NGOs and volunteers who work tirelessly to make the lives of refugees a little easier. Today I want to talk to you about a very unique and special project on the island, Home for All. While most organisations try to improve living conditions within the Moria refugee camp (which is very legitimate and noble), Home for All is the only organization that takes the refugees out of the camp. But why is this so important? Because…

  • Call for Inspiration,  Food for Thought,  Grécia

    Home for All: aqui fervilha a esperança de um recomeço

    Dizem que depois da tempestade vem a bonança. Em Lesvos essa bonança parece teimar em chegar, mas existem alguns raios de sol que rasgam a escuridão da tempestade. E esses raios de sol são as ONG’s e os voluntários que trabalham incansavelmente para tornar a vida dos refugiados um bocadinho mais leve. Hoje quero falar-vos de um projecto muito especial e único na ilha, a Home for All. Enquanto a maioria das organizações tenta melhorar as condições de vida dentro do campo de refugiados de Moria (que é muito legítimo e nobre), a Home for All é a única organização que tira os refugiados do campo. E porque é que…

  • Call for Inspiration,  Europa,  Food for Thought,  Grécia

    Moria: Um inferno onde as chamas não param de arder

    English version here No verão de 2015 não havia telejornal que não abrisse com a crise de refugiados no mediterrâneo. Nesse ano 1 milhão de pessoas à procura de asilo entrou na Europa, tornando esta crise na maior alguma vez registada no nosso continente. Mas, enquanto no início as pessoas que iam chegando conseguiam tratar das burocracias necessárias em poucos dias, com o número crescente de barcos e pessoas a aparecer, os tempos de espera aumentaram. Para anos. O que significa que o campo de Moria, inicialmente concebido para alojar até 2000 refugiados, é hoje a “casa” de 8000 a 10 000 refugiados. Três anos depois, barcos continuam a chegar à…

  • Grécia

    Santorini: eu, ele e os mil chineses

    Visitar Santorini está na bucketlist de toda a gente. Dos mais viajados aos menos, toda a gente já viu fotografias das pitorescas casas brancas e moinhos à beira de um mar azul vibrante e com um pôr-do-sol do mais laranja que há a completar o cenário. Todos os que viram essa imagem pensaram:“quero ir ali”, é impossível não o pensar. E posso confirmar que a imagem mental que surge na nossa mente quando se diz “Santorini” não é resultado de muitas horas de Photoshop. É mesmo assim, é perfeito. Simplesmente, para além de seres tu e o amor da tua vida a ver o pôr-do-sol, são vocês os dois e…