durdle door inglaterra
Inglaterra

Dorset: um fim de semana de mar, vento e apresentações familiares

Se ainda não estão ao corrente, estou a viver em Inglaterra com o meu namorado (que é inglês). A nossa história é quase uma epopeia digna de uma novela da TVI com vária temporadas e mais locais de filmagem do que o Game of Thrones. Começou nas Filipinas, passou pelo Sri Lanka, acabou em Itália, recomeçou em Itália e agora continua em Inglaterra.

Por isso agora estou em modo Descobrir Inglaterra. Infelizmente o tempo neste belo país normalmente não abona a favor do viajante mas, com cautela, vamos arriscando.

Neste último fim de semana decidimos rumar a Dorset, onde vivem os tios e a avó do Jimmy.  Para além disso é em Dorset que está a Durdle Door, um dos lugares que mais queria visitar em Inglaterra.

Casarões à grande e à Inglesa

As primeiras impressões foram algo intimidantes. Antes de irmos para a casa da avó do Jimmy, onde íamos ficar, passámos pela casa o tio. Parecia daquelas casas do “Extreme Makeover: Reconstrução Total” que aparecem nas séries americanas. A cozinha era basicamente do tamanho do nosso apartamento e tinha ar de nunca ter sido utilizada para cozinhar!

Depois fomos ter com a avó. E o choque foi ainda maior. Agora parecia que estávamos no Cribs da MTV ou na revista Architecture Daily. Eu, que sempre vivi em apartamentos divididos, estava absolutamente maravilhada com este novo mundo de pessoas que têm dinheiro.


Tal como o tio, depois de perceber que o meu inglês é fluente, a avó soltou a língua e jantámos enquanto conversávamos sobre viagens e mergulho (é disto que as avós ricas falam…). Terminámos com um belo de um crumble de maçã e arandos do quintal de um vizinho qualquer e estávamos prontos para dormir.

Durdle Door

O dia amanheceu bem cinzento e pouco promissor, mas tínhamos um roteiro a cumprir. A avó Cris decidiu que ia ser a nossa guia e lá fomos nós com os dois cães gigantescos nas traseiras do carro.

O vento não facilitava a caminhada, mas ao mesmo tempo era tanto que afastava as nuvens. Tínhamos oficialmente um dia de sol! A Durdle Door é um arco de granito no mar e fica na famosa Costa Jurássica britânica. Felizmente em Outubro já não está colonizada por milhares de turistas e dá para andar confortavelmente por ali a passear e a apreciar o mar e a praia.

Tyneham Village

Um dos lugares que tínhamos no nosso itinerário é a Tyneham Village, uma pequena aldeia que foi evacuada em 1943 durante a Segunda Guerra Mundial e ficou inabitada e deserta desde então. Infelizmente fomos no único fim de semana de Outubro em que o exército estava a organizar treinos de tiro ali e não pudemos ver a aldeia. Aqui ficam os horários de abertura para estares melhor preparado/a que nós!

Corfe Castle

O Corfe Castle é um castelo, ou melhor, as ruínas de um castelo com cerca de mil anos. Esta vilinha fez-me lembrar os Cotswolds, muito tradicional, e com o castelo como estrela. É giro!

Swanage

E se Corfe Castle me lembou os Cotswolds, Swanage lembrou-me a Cornwall. Como estava sol, todos os ingleses convergiram para a praia e sentaram-se ao sol a comer fish and chips. Swanage é o lugar perfeito para uma pausa para almoçar (reparei que tinha muitas pastelarias e restaurantes!) e apanhei mais sol lá do que nas últimas quatro semanas juntas…

Por fim, passámos pelo ferry para Poole e voltámos para a mansão. Aqui na zona também estão as Old Harry Rocks, acessíveis através de um percurso pedestre que começa em Studland. Podes ver o caminho aqui.

New Forest

As nossas esperanças para que o tempo no Domingo nos sorri-se tal como no Sábado desvaneceram-se assim que acordámos. Por isso, decidimos encurtar os planos para o dia e passar só pela New Forest e seguir para o quentinho da nossa casa.

Este recente parque nacional é a casa de imensas espécies de animais como cavalos, veados, póneis e uma flora única e protegida no Reino Unido.

Não achei muita graça às vilas da New Forest e acho que deve ser um óptimo lugar para andar de bicicleta e fazer caminhadas, mas sem chuva! A paisagem é de facto muito bonita.

Windsor

A caminho de casa decidimos parar em Windsor para almoçar. Encontrámos o pub perfeito para o Sunday Roast, o Royal Windsor, e ainda demos uma voltinha. O castelo de Windsor é de facto gigante, mas só vimos por fora.

E assim terminou o nosso fim de semana de passeio em Dorset. Combinado com Cornwall acho que são as duas regiões estrela do Sudoeste inglês. Voltaremos na Primavera (em princípio) 😀

Alfacinha germinada e cultivada num cantinho à beira mar plantado, a Inês tem uma certa inquietação que não a deixa ficar muito tempo tempo no mesmo sítio. Fez Erasmus em Paris, trabalhou em Istambul e em Portugal, fez um mestrado em Creative Advertising em Milão e agora trabalha no Reino Unido. Viajar, criatividade, cozinhar, dançar e ler são algumas das suas paixões. A combinação de algumas delas deu origem a este blog, o Mudanças Constantes. Bem-vindos!

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: