hallstatt austria
Áustria

Hallstatt: O conto de fadas austríaco

Cada vez que aparece um daqueles típicos tops de “5 vilas a visitar na europa” ou “10 lugares incríveis que nem sabias que existiam” Hallstatt está lá. Em TODOS. E eu, farta de ver fotos deste conto de fadas austríaco, achei que estava na hora de o visitar.

Uma vez que já ia a Munique e Hallstatt não parecia assim tão longe, passou a fazer para do nosso fim-de-semana de montanha juntamente com Königssee.

Acordámos às 6:30 da manhã, para uma promessa de sandes de frango, rúcula, pesto e mozarela que nunca se concretizou e saímos. Três tugas e uma australiana numa viagem de carro de três horas ao som dos saudosos DZRT, mais umas outras coisas dos Morangos com Açúcar, Agir e, para não ser a decadência total, Rui Veloso. Ziguezagueando pelas estradas brancas austríacas íamos admirando a paisagem ao mesmo tempo que nos perguntávamos como é que tudo podia ser tão bonito.

Mal chegámos, dirigimo-nos para o centro da pequena vila de Hallstatt e foi fácil de perceber porque é que é tão famosa. Tudo é perfeito! Austrian style. Desde as casas de madeira decoradas e pintadas a preceito ao lago lindamente enquadrado pelas montanhas ainda com neve, o conjunto todo parecia uma pintura digna do Louvre.

Por não termos muito tempo ficamo-nos por apreciar a paisagem, tirar fotos a cada cantinho, subir aos pontos mais altos para ver a vista e comer uma pizza descongelada num “restaurante”, a única coisa que não nos rebentava com o orçamento.

Se fores com mais tempo tens as minas de sal, o hallstaat skywalk (ao lado das minas) e ainda algumas montanhas para subir como as Dachstein Mountains.

Mas nós tínhamos um bacalhau à brás e um arroz doce para fazer e comer e vinhos portugueses para beber e como digo sempre, “o resto fica para a próxima!” ;). Mesmo assim valeu muito a pena!

Alfacinha germinada e cultivada num cantinho à beira mar plantado, a Inês tem uma certa inquietação que não a deixa ficar muito tempo tempo no mesmo sítio. Fez Erasmus em Paris, trabalhou em Istambul e em Portugal, fez um mestrado em Creative Advertising em Milão e agora trabalha no Reino Unido. Viajar, criatividade, cozinhar, dançar e ler são algumas das suas paixões. A combinação de algumas delas deu origem a este blog, o Mudanças Constantes. Bem-vindos!

One Comment

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: