• Call for Inspiration

    2018: O resumo

    Comecei 2018 sem muito entusiasmo. O ano de 2017 tinha sido o melhor ano de sempre com direito a 6 meses de viagem a solo pela Ásia e Oceânia e marcado também pelo começo do meu mestrado em Milão. Contudo, era certo que em 2018 o ritmo das viagens ia abrandar e tinha sobre a minha cabeça aquela pergunta típica “o que é que vou fazer da minha vida”. Mas não é que 2018 até conseguiu ser um ano jeitoso?! Foi quando comecei a planear este post que percebi que afinal até viajei bastante este ano. Os destinos podem não ter sido tão exóticos como em 2017 (excepto o Irão),…