• Quirguistão

    Song Kol e a vida nómada no Quirguistão

    Um dos maiores propulsores da minha viagem ao Quirguistão foi a possibilidade de contactar com uma cultura nómada. Este cantinho perdido no meio da Ásia Central é conhecido, entre viajantes, como um dos lugares mais acessíveis do mundo para aprender como é viver sem raízes assentes no chão. Depois de termos testemunhado o quão impiedoso o tempo no Quirguistão pode ser, mesmo no pico do verão, foi fácil perceber o porquê deste povo se conservar nómada. No verão, as planícies a grandes altitudes são atractivas tanto para o turismo como para a o gado e as famílias quirguizes montam os seus acampamentos de yurts em lugares bonitos, mas que nos…

  • Quirguistão

    Köl-Suu: beleza com dor se paga

    Quando marcamos férias em Agosto não estamos bem à espera de enfrentar neve, ventos cortantes e um frio que nos gela até ao tutano. Para mal dos nossos pecados o Inverno do Quirguistão decidiu estrear-se mais cedo este ano e como tal lá tivemos que aguentar os cavalos (literalmente) e aproveitar, em hipotermia, os fabulosos lugares onde nos encontrávamos. Como sobrevivemos parece que valeu a pena, mas comecemos pelo princípio, que este dia até amanheceu com temperaturas positivas. +5º Celcius: Lago Chatyr e um aceno à China Levantámo-nos com a mesma roupa que tínhamos usado durante todo o dia anterior e não ousámos sequer pensar em mudá-la. Depois de sentirmos…

  • Quirguistão

    Tash Rabat: nos confins de um país nos confins do mundo

    Numa viagem em que tudo depende do tempo e onde o tempo é tudo menos previsível, manter os planos em aberto é a chave. O Quirguistão é um dos países mais montanhosos do mundo (com uma elevação média de 3000 metros!) e portanto aquela velha máxima das “quatro estações num dia” não podia ser mais verdade, sendo que a estação Inverno tem primazia sobre as outras. A previsão de chuva para a nossa caminha de três dias ao lago Ala-Kul desfez o meu belo plano de Excel e trocou-nos as voltas. Pondo todas as opções em cima da mesa decidimos atravessar o país de norte a sul num dia, de…